O MUNDO PRODIGIOSO QUE TENHO NA CABEÇA: FRANZ KAFKA, UM ENSAIO BIOGRÁFICO

Franz Kafka (Praga, República Tcheca,1883- Kierling, Áustria, 1924) é um ícone da literatura mundial. Viu o ser humano com um olhar complexo e trágico. O que ele percebeu em si mesmo e talvez na moldagem mais fundamental do homem enquanto espécie transcendeu as questões de contexto. Mesmo quando fez uso dele. É a-histórico, até onde isso é possível. Louis Begley (Stryj, Polônia, 1933) escreveu “O Mundo Prodigioso Que Tenho Na Cabeça: Franz Kafka, Um Ensaio Biográfico” para tentar uma aproximação com a pessoa que produziu romances e contos tão pregnantes e, de certa forma, vincular autor e obra. Begley utiliza parte da correspondência e dos diários do biografado para oferecer ao leitor fragmentos que engendram imagens destinadas a instigar o pensamento e o interesse mais pelo que disse o autor tcheco do que para uma viagem por sua história linear. É um ensaio permeabilizador para a leitura de Kafka. Não tem feitio acadêmico e segue possivelmente as estradas percorridas por Begley enquanto leitor de textos como “O Castelo”, “O Processo”, “A Metamorfose”, “Um Médico Rural”, “A Colônia Penal”, “Um Artista da Fome” e provavelmente todo o restante da produção kafkiana. Notável sua observação de que a literatura produzida por Kafka não deve ser lida como material metafórico. Nela cintila o âmago de seu espírito, o que era objeto real e inescapável da atenção do escritor. O que o afetava profundamente. Numa vida breve Franz Kafka experimentou tormentas emocionais que reduziram seu acesso aos prazeres e à tranquilidade. E, muito marcantemente, ao amor carnal que pudesse ser bendito. Ocupou-se da arte da esquiva nos eventos mundanos para mergulhar cada vez mais nas obscuridades das criaturas sem Criador que se apresentasse, como ele mesmo. Como todos. Perdidos quando achados. E foi incomensuravelmente longe. Talvez insuportavelmente longe. Begley, como sempre deixa à mostra seu refinamento inteligente. Alguém que sabe ler. E escrever.

Título da Obra: O MUNDO PRODIGIOSO QUE TENHO NA CABEÇA: FRANZ KAFKA, UM ENSAIO BIOGRÁFICO

Autor: LOUIS BEGLEY

Tradutora: LAURA TEIXEIRA MOTTA

Editora: COMPANHIA DAS LETRAS

kafka2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s