A AUSÊNCIA QUE SEREMOS

A morte nem sempre conduz ao silêncio. Pode reverberar através de vozes que recusam o apagamento, a aniquilação, a exclusão…

O ATENTADO

Mohammed Moulessehoul (Kénadsa, Algéria, 1955) adotou o pseudônimo Yasmina Khadra (jasmim verde) para publicar seus livros. Curiosamente, sua esposa chama-se…

CENAS DA VIDA NA ALDEIA

Universal, atemporal, senhora dos indivíduos de todas as geografias e culturas é a percepção da falta, que em algum momento,…

LITERATURA E DIVERSIDADE

Boas leituras, ficcionais ou não, podem transportar o leitor para mundos diferentes do seu. Promovem a suspensão de objetos que…

IAIÁ GARCIA

Machado de Assis (Rio de Janeiro, 1839-1908) foi um homem refinado, sutil. Sua obra  revela-o, mais do que esforços de…

MEU NOME É LUCY BARTON

Amores são sempre imperfeitos. De muitas maneiras. Em muitos momentos das relações entre pessoas. As imperfeições amorosas são grandes protagonistas…

O HOMEM SEM DOENÇA

As mudanças do mundo têm sido tantas e tão rápidas que o ser humano, seu produtor, parece estar atônito. Cada…

AMÓS OZ

Amós Oz (Jerusalém, 1939-2018) foi mais do que um talentoso escritor. Através de seus romances, contos e ensaios ele falou…

AMSTERDAM

Há quem reflita sobre o que é correto e justo, o que é possível e o que é obrigatório em…