INVEJA

A inveja, aparentemente tão familiar aos humanos, pode apresentar faces surpreendentes. Surge onde não é esperada. Nunca de corpo inteiro. Está sempre grávida de crenças e afetos. Refugia-se na obscuridade mas não se furta a dar à luz muitos rebentos. Ilude facilmente o “compreendedor” que a vislumbra. Iuri Oliécha (Elizavetgrad, Ucrânia, 1889- Moscou, 1960) escreveu “Inveja” em 1927, que é considerada sua obra mais importante. Este romance modernista captura-a para falar de muitas coisas que não são propriamente a inveja. Serve-se de suas artimanhas e cria emaranhados de sentidos.  Prudentemente, usa disfarces para semear questões e críticas relativas ao mundo em que estava vivendo. Não poderia ser de outro modo num ambiente tão repressivo quanto era a URSS. Mesmo assim, pressentida sua posição pelos aderentes ao Estado, foi posto de lado. Teve a sorte de não ser eliminado. Este livro fala da relação do homem subjugado com o poderoso, do humano singular, que recusa-se ao apagamento e transformação em peça de maquinaria, diante da força opressiva das estruturas e dos representantes do poder totalitário. Também da “inveja” referida a quem adequa-se e passa a fazer parte do aparelho de poder, no anseio de não se instalar no lugar da impotência. Oliécha dá voz (distorcida pela pecha marginal) ao homem tornado pária por aquele que se faz passar por seu protetor. O autor nunca é óbvio. Talvez nem mesmo claro. Todavia, abre diversos caminhos para a leitura reflexiva e crítica. Protesta truncadamente sem pedir o socorro, que sabe impossível. Sofisticado e exigente com o leitor. A tradução é de Boris Schnaiderman, o que não é pouca coisa. O volume faz parte de uma série denominada “Narrativas da Revolução”, que trata de temas ligados à Revolução Russa de 1917 sob óticas distintas.

Título da Obra: INVEJA

Autor: IURI OLIÉCHA

Tradutor: BORIS SCHNAIDERMAN

Editora: 34

inveja

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s