LADY MACBETH DO DISTRITO DE MTZENSK

O escritor Nikolai Leskov (Gorókhovo, 1831-São Petersburgo, 1895) foi um observador atento e empático da vida na Rússia em que viveu. Tanto em relação à população urbana quanto à rural. Teve ocupações que lhe permitiram conhecer muitas histórias, e também viajou por todo país. Interessava-se por comportamentos que pudessem configurar a “alma russa”, tanto no que se referia a formas de expressão verbal quanto a concepções de mundo. Tornou-se um grande escritor, bastante distinto de outros contemporâneos e compatriotas. Tentou transportar para seus textos, de modo direto e vivo, aquilo que testemunhava. A novela “Lady Macbeth do Distrito de Mtzensk” é uma de suas obras mais conhecidas. Tanto pelas características que a tornaram atraentes para leitores de diferentes estratos da sociedade russa, quanto por, mais tarde, tornar-se mal vista pelo establishment soviético, durante o stalinismo.  O compositor Dmitri Shostakóvitch (1906-1975) criou uma ópera homônima, cujo libreto era baseado no livro de Leskov, e que trouxe-lhe muitos problemas, quando Stálin a assistiu. Trata-se de uma narrativa ágil, sedutora. Uma mulher, Catierina,  em princípio submetida à opressão do marido e sogro, apagando-se no tédio de cumprir tarefas mecânicas e privada de satisfação e reconhecimento, acaba por tomar como amante Serguiêi, um dos funcionários de sua casa. Desenvolve por ele intensa paixão. Quando descobertos, começam a assassinar os familiares dela, em princípio para continuarem livres quanto à vida amorosa, e depois visando apossarem-se dos bens. Apanhados, são presos e condenados. Ela tolera grandes dores e privações, mas não a perda daquele que passibilitara-lhe a mais intensa forma de gozo em sua vida. Com a modificação das circunstâncias ele perde abruptamente o interesse pela mulher, antes apreciada como superior, e plena de promessas, em sua condição de patroa.  O maior pesadelo dela começa com a explicitação do desprezo e as infidelidades dele. Em pouco tempo ele passa a humilha-la publicamente, em conluio com sua nova escolhida.  Ela se vê em condição de desqualificação equivalente que vivera com o marido. Dominada pelo ódio, mata a moça, e acaba por também morrer para levar a cabo seu ato. Uma estória de estrutura simples. Todavia, impactante, e que permite desdobramentos dos planos de leitura. Drama e tragédia mesclam-se para mostrar os aspectos mais cruentos do funcionamento psicológico dos personagens. Transparecem a rudeza e as reações cruéis à frustração. Os sentimentos são despidos de qualquer delicadeza. Neste bojo, é abordada também a quase inescapável opressão da mulher, à qual pouco resta para além de aquiescer sempre, e sucumbir à iniquidade e violência, na relação com o homem. A personagem central, de inspiração shakespeariana, encontra um caminho de extravasamento, talvez libertação, o qual segue sem considerar mais nada. Traça-se na busca de realização peremptória do desejo, ou de destruição, como alternativa derradeira. Sem adiamentos, mitigações ou transposições. Viver ou morrer são questões secundárias comparadas com a urgência da satisfação. De seu resgate. O futuro não tem extensão. A ação é cega para qualquer outra coisa. Não se colocam questões éticas. Não há comedimento. Só força bruta. Luta desmedida por certas modalidades de poder. Refletindo possibilidades humanas universais, também ilustra as peculiaridades de uma cultura. Sem proximidade com Tolstói, Dostoivéski ou Turguêniev, mas profundamente russo. E humano.
Título da Obra: LADY MACBETH DO DISTRITO DE MTZENSK
Autor: NIKOLAI LESKOV
Tradutor: PAULO BEZERRA

Editora: 34

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s