OS TRÊS IMPERADORES

A belicosidade entre os seres humanos parece não ter fim. De modo diverso tal belicosidade manifesta-se em variados contextos e por vezes cria-se a esperança de compreensão clara e abrangente sobre sua “natureza”. Todavia, com maior atenção, podemos verificar que nosso conhecimento sobre este atributo humano e suas (geralmente terríveis) decorrências é sempre incompleto e facilmente nos enredamos em simplificações temerariamente ingênuas. Miranda Carter, uma inglesa que vem escrevendo biografias com brilhantismo, empreendeu cuidadosa pesquisa sobre o cenário europeu na virada do século XlX para o XX e o início deste, que resultou em “Os Três Imperadores”. A leitura dá o prazer de informar de modo articulado como se fosse ficção. Lembra um romance épico. Carter fala sobre a grande mudança da ordem do mundo que desembocou na sangrenta Primeira Guerra Mundial, através das histórias de três primos que reinavam em importantes países da Europa, Guilherme ll da Alemanha, Jorge V da Inglaterra e Nicolau ll da Rússia. A autora combina relatos focados nas vidas pessoais deles e de seus parentes mais próximos e sua inserção na vida pública. Mostra a perigosa competição de interesses entre suas nações e a grande dificuldade, comum aos três, de entender o mundo em sua atualidade e de tomar atitudes sensatas, que fossem apropriadas à magnitude dos problemas que assolavam os países que governavam ou em que eram chefes de Estado (no caso da Inglaterra).  A narrativa flui através da descrição dos fatos que levaram ao sangrento conflito que, como dizem alguns, foi a verdadeira inauguração do século XX e que se desdobrou em muitas consequências. Aquilo que pode em princípio parecer grandioso no modo de proceder dos monarcas, na interpretação de Carter assume dimensões patéticas e trágicas.  Tanto no que concerne a modos de precariedade de suas esferas íntimas, quanto à exposição dos mecanismos que engendraram o funcionamento mambembe de seus papeis de estadistas. Por mais que as falsas capacidades de convivência e interação reluzissem, disfarçadas com roupagens magníficas quando olhadas de longe, ocultavam a real tragédia da barbárie humana. Sempre pronta para entrar em cena.
Título da Obra: OS TRÊS IMPERADORES
Autora: MIRANDA CARTER
Tradutor: CLÓVIS MARQUES
Editora: OBJETIVA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s