O HOMEM QUE AMAVA OS CACHORROS

Numa feliz combinação de alguma ficção e muita informação histórica, o cubano Leonardo Padura criou um romance fascinante. Fruto de vários anos de pesquisa sobre os fatos narrados e de seu talento para conta-los. Uma obra de leitura muito saborosa. Com o prazer de quem degusta boas estórias podemos aprender história e refletir sobre os sentidos e as muitas dimensões de revoluções tão marcantes quanto a russa de 1917, a guerra civil espanhola de 1936 e sobre o regime cubano ainda em vigência. O tema mais à vista é o do assassinato de Leon Trotski por Rámon Mercader, mas Padura oferece-nos muito mais do que isso. Descreve modos de funcionamento dos sistemas políticos e de governo, das ideologias e das pessoas engajadas. Através de seu relato, que não está isento de sua posição política, ele vai expondo os engrenagens dessas maquinarias complexas. Interesses espúrios encapados de boas intenções, comportamentos desatinados com jeito de coragem e ousadia, esperanças de cunho pueril transformando-se em ações radicais e violentas. Apesar de ambientado no século XX, toca em questões bem atuais, e possivelmente universais. Para quem ainda não leu, imperdível.

Título da Obra: O HOMEM QUE AMAVA OS CACHORROS

Autor: LEONARDO PADURA

Editora: Companhia das Letras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s